Festival acontece de 25 de agosto a 5 de setembro na capital portuguesa 

Escrito e dirigido pelo carioca Felipe Bragança, “Um Animal Amarelo” será o filme de encerramento do Indielisboa, o maior festival de cinema independente de Portugal e um dos mais importantes da Europa. O longa será apresentado a um auditório de cerca de 600 lugares, na noite de premiação dos festival, cuja competição é focada em diretores em primeiras obras. 

O Indielisboa acontece, normalmente, durante o mês de maio, mas em 2020 foi adiado para setembro  por conta da pandemia de Covid-19 e será um dos primeiros festivais europeus a acontecer com presença de público nas salas, que deverão cumprir novas normas de segurança e regras sanitárias. 

O diretor Felipe Bragança e parte do elenco – Catarina Wallenstein, Isabel Zuaa, Matamba Joaquim e Lucília Raimundo – representarão o filme que  teve sua estreia mundial no Festival de Roterdã, em janeiro de 2020 e deve estrear comercialmente em Portugal e no Brasil em Novembro.

“Um Animal Amarelo” foi considerado pela curadoria do festival português um filme que reúne de forma inovadora alguns dos principais assuntos do ano em Portugal e na Europa: questões pós-coloniais e anti-coloniais. Além de discutir a atual situação política e cultural no Brasil.