Documentário foi premiado no Festival Internacional de Cine de Cartagena

O longa “Meu Nome é Daniel” recebeu na noite da ultima segunda (11), o prêmio “Documental Calificado Oscar” do Festival Internacional de Cine de Cartagena. Com o prêmio, ele está qualificado para disputar o Oscar da categoria em 2020.


Daniel Gonçalves nasceu com uma deficiência que nenhum médico foi capaz de diagnosticar. No documentário pessoal “Meu nome é Daniel”, o jovem cineasta residente no Rio de Janeiro traça o caminho de sua vida para tentar compreender sua condição. Através de imagens de arquivo da família e de cenas gravadas hoje em dia, vamos passear por momentos, histórias e reflexões de Daniel.


O longa estreia comercialmente em 2019 pela Olhar Distribuição.

Deixe uma resposta