O longa entrou essa semana na disputa do Oscar junto com Coringa, 1917, O Irlandês e Era Uma Vez Em…Hoollywood.

O FAROL, dirigido por Robert Eggers, foi indicado ao Oscar na categoria de Melhor Fotografia (Jarin Blashke) e continua em cartaz nos cinemas brasileiros, onde já foi visto por mais de 50.000 espectadores em três semanas de exibição. Esta semana o filme amplia ainda mais seu circuito e estreia nas cidades de Londrina, Maceió, Petrópolis, Rio Grande e Volta Redonda.  

O filme já havia recebido cinco indicações ao Film Independent Spirit Awards: Diretor, Ator (Robert Pattinson), Ator Coadjuvante (Willem Dafoe), Fotografia e Montagem e teve sua estreia mundial na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes 2019, onde levou o prêmio de Melhor Filme da FIPRESCI – Federação Internacional de Críticos de Cinema, e foi exibido em concorridas sessões durante a 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Produzido pela RT Features, do brasileiro Rodrigo Teixeira, em parceria com a New Regency e a A24, o filme tem distribuição no Brasil da Vitrine Filmes.  

Neste terror psicológico, dois homens são responsáveis por vigiar um farol marítimo numa remota e misteriosa ilha da Inglaterra nos anos 1890. Isolados de qualquer civilização, tendo apenas contato um com o outro durante longos períodos, eles começam a compartilhar suas angústias, medos, anseios e paixões.   

As exibições em festivais internacionais têm arrancado elogios do público e da crítica especializada. Para o Hollywood Reporter, “Eggers confirma sua reputação como um mestre do New England Gothic nesse segundo longa claustrofóbico”. Já o Guardian afirmou que “pouquíssimos filmes conseguem deixar você assustado e excitado ao mesmo tempo”.  

Deixe uma resposta