Quatro anos depois de Jane Campion, Cate Blanchett será a presidente do júri do 71º Festival de Cannes. O anúncio, feito nesta quinta-feira (4), tornou oficial ainda a data em que a maratona cinematográfica da Riviera Francesa será realizada: entre 8 e 19 de maio.

É a 12ª vez que uma artista do sexo feminino é indicada para a função em 71 anos de festival. A indicação surge após polêmica envolvendo prêmios na França. Ano passado, a indicação de Roman Polanski à presidência do César, o Oscar do cinema francês, gerou uma onda de protestos.

O diretor é ou foi protagonista de pelo menos três processos de estupro. Um dos quais o impede de entrar nos Estados Unidos. A indicação gerou protestos de grupos de militantes francesas e Polanski acabou desistindo.

A edição 2017 de Cannes foi presidida pelo espanhol Pedro Almodóvar. O júri concedeu a Palma de Ouro a “The Square”, longa-metragem dirigido pelo sueco Ruben Östlund. Dona da honraria neste ano, Cate Blanchett é dona de dois Oscar – conquistados pela atuação em “Blue Jasmine” (2013), de Woody Allen, e “O Aviador” (2004). A australiana de 48 anos é ativista na luta contra o assédio sexual. Junto a Natalie Portamn e Meryl Streep, lançou Time’s Up, um fundo de apoio a pessoas sexualmente assediadas.