1945 da Supo Mungam Films estréia dia 05 de Abril nos Cinemas.

 

O longa 1945 de Ferenc Török, tem como pano de fundo a segunda Guerra Mundial, que vitimou 600 mil civis húngaros – dentre eles, 450 mil judeus.
O filme foi escrito e dirigido por Ferenc Török, recebeu o prêmio do público na mostra Panorama do Festival de Berlim 2017.
Também foi laureado com o Yad Vashem no Festival de Jerusalém, concedido a obras relacionadas ao Holocausto. O drama húngaro é baseado no conto Hazatérés (Homecoming), de Gábor T. Szántó, que assina o roteiro junto com o diretor.

 

 

Titulo: 1945 
Gênero:Drama
Duração: 91 minutos
País:Hungria
Ano:2017 

Direção: Ferenc Török
Roteiro: Gábor T. Szántó e Ferenc Török
Elenco: Péter Rudolf, Bence Tasnádi, Tamás Szabó Kimmel e Dóra Sztarenki

Sinopse: Em um dia de verão em 1945, um judeu ortodoxo e seu filho retornam a um vilarejo na Hungria, portando caixas misteriosas, enquanto os moradores se preparam para o casamento do filho do tabelião da cidade.Os habitantes – desconfiados, cheios de remorso e temerosos – esperam o pior e agem dessa forma. O tabelião teme que os homens possam ser herdeiros dos judeus deportados do vilarejo, representando uma ameaça às propriedades e bens que ele adquiriu ilegalmente durante a Segunda Guerra Mundial.

Veja o trailer. 

 

A bela fotografia em preto e branco é um dos destaques do intricado retrato de uma sociedade que busca reencontrar sua identidade após os horrores da guerra.Outro ponto alto fica a cargo da cuidadosa direção de arte, com acurada representação da época.
O sentimento ao longo da obra ratifica a máxima de Thomas Wolfe: “você não pode voltar para casa novamente”. Afinal, lidar com a dor da transformação pode ser tão difícil quanto lidar com o fim.

A trilha sonora é assinada por Tibor Szemzö (do filme A Árvore da Vida), a direção de fotografia por Elemér Ragályy ( A Ilha do Milharal) e a direção de arte por László Rajk (do vencedor do Oscar O Filho de Saul). Recentemente, o ator Péter Rudolf ganhou o Prêmio de Melhor Ator no Hungarian Film Awards, o Oscar húngaro, por seu papel como tabelião da cidade. O filme igualmente recebeu o prêmio de melhor trilha Sonora.

O longa 1945 de Ferenc Török  estréia nesta quinta-feira em: São Paulo, Rio de Janeiro, Niterói, Porto Alegre, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Salvador, Santos, Vitória e Goiânia.

 

Deixe uma resposta